Politécnica, A loucura surda

por max 25. abril 2012 05:37

 

Seguindo o rastro e as preocupações marcadas em produções como Tiros em Columbine (Blowling for Columbine, 2002), de Michael Moore, e Elefante (Elephant, 2003), de Gus Van Sant, o diretor canadense Denis Villeneuve (Redemoinho e Incêndios) lançou, em 2009, Politécnica (Polytechnique). O filme é inspirado no massacre que ocorreu na Escola Politécnica de Montreal, em 6 de dezembro de 1989, quando um homem chamado Marc Lépine entrou e assassinou 14 mulheres, alegando que o feminismo havia desgraçado sua vida.

Em branco e preto, com música minimalista e poucos diálogos, Denis Villeneuve apresenta os fatos, sem julgar, sem intervir, sem explicar nem sequer os motivos do assassino. Por que ele fez isto? Vive-se, sem dúvida, em tempos de múltiplas vozes, de múltiplos discursos: feminismo, ecologia, pacifismo, etc. O feminismo se elevou com força e pôs a mulher em outro patamar. A razão, a justiça, o direito, a igualdade já ganharam seu espaço. Mas também, parece dizer o diretor, vive-se tempos da loucura absoluta - dos sem sentido, dos sem razão. Às vezes, nos momentos menos esperados da existência, parece explodir a loucura assassina que tira a vida sem explicações. Algo está mal. Alguma coisa, em alguma parte, está mal. O que se esconde, não atrás da solidão, mas atrás da alienação do homem? Parece que é cada vez maior a distância entre as pessoas. Cada vez, o mundo pisa mais e mais, afunda, separa. A expatriação da alma é, sem dúvida, uma terrível forma de ofensa, de humilhação. O que se acumula nesse lugar, nesse tempo de alienação, explode. Explode sem explicações. Explode e se equivoca, mas explode, gera violência, morte, loucura, dor.

Em Tiros em Columbine perguntam a Marilyn Manson o que ele diria aos rapazes que perpetuaram o massacre. Manson responde que não diria nada, que os escutaria. Talvez isso faça falta ao mundo, mais ouvidos que escutem.

Politécnica, nesta quinta-feira, 26 de abril. Reinvente, imagine de novo… Descubra o Max.

Para reapresentações, clique aqui.

Comentar




  Country flag
biuquote
  • Comentário
  • Pré-visualização
Loading




arquivos
 

nuvem