Laurence Sempre, filme do diretor mais celebrado do cinema canadense, toca no tema do amor entre um transexual e uma mulher

por max 6. março 2014 10:57

 

Laurence Sempre (Laurence Anyways, 2012) é o terceiro filme do jovem e premiado diretor canadense Xavier Dolan. Com Eu Matei a Minha Mãe (J'ai Tué Ma Mère, 2009), trabalho semi-biográfico sobre sua homossexualidade, Dolan fez sua estreia como diretor e recebeu três prêmios em Cannes e uma avassaladora quantidade de premiações e indicações em outros festivais pelo mundo. Com Amores Imaginários (Les Amours Imaginaires, 2010), história de um triângulo amoroso que inclui um ângulo homossexual, também conquistou outro prêmio em Cannes e muito reconhecimento em outros festivais. Dolan virou, sem dúvida, a estrela do cinema canadense.

Com Laurence Sempre, o diretor volta a tratar dos temas que o interessam. Desta vez apresenta Laurence, um jovem romancista e professor de literatura de 30 anos, interpretado por Melvil Poupaud. Laurence é muito apaixonado pela namorada Fred, interpretada por Suzanne Clément. Mas, mesmo com este amor que já conhecemos, no dia do próprio aniversário, Laurence confessa a Fred que viveu enganado toda sua vida, escondido, sem mostrar sua essência. Laurence diz à namorada que decidiu recomeçar sua vida, desta vez como mulher. Laurence quer ser mulher, quer ser operado. Claro que Fred não recebe a notícia da melhor forma e termina o namoro.

Tudo termina assim? Não, o filme mostra dez anos de uma relação entre os personagens, que ora é feliz, ora tempestuosa, às vezes próxima, outras vezes distante. Suas idas e vindas e a sempre presente convicção do amor. Porque é assim: nesta história, ela – Laurence, a transexual – sempre está apaixonada. Por Fred, sua namorada, a ex-namorada.

Em Laurence Sempre, Dolan mais uma vez conquistou Cannes e foi premiado com a Palma Gay (Queer Palm) e com o cobiçado Un Certain Regard. Na mesma seção, Suzanne Clément também conquistou o prêmio de melhor atriz.

Laurence Sempre, este mês no Max.

O que você vê quando vê o Max?

Para reapresentações, clique aqui.

Etiquetas:

Geral

arquivos
 

nuvem