Mel de Laranjas, drama romântico e de espionagem dirigido por Imanol Uribe

por max 12. junho 2014 07:19

 

De Imanol Uribe, cineasta espanhol nascido em El Salvador, sempre preocupado com temas sociais, chega ao Max Mel de Laranjas (Miel de Naranjas, 2012), um filme com roteiro de Remedios Crespo (ganhadora do prêmio de Melhor Roteirista Revelação do festival de Cinema de Málaga, onde Uribe foi jurado), que foca nos tempos de Franco, tema sempre tão importante para os artistas espanhóis, mas que, neste caso, fixa uma história de amor de entrada, mas que descobriremos que por trás tem uma teia de espionagem em plena época franquista. Apaixonados, estão Enrique (Iban Garate) e Carmen (Blanca Suárez). Carmem, através de seu tio Eladio, um militar influente, impediu que Enrique prestasse serviço militar em outros lugares, e sim no escritório da guarda civil espanhola. Lá, Enrique presenciará uma série de injustiças, de excessos de autoridade, que o farão abrir seus ouvidos a certos personagens que se movimentam em segredo dentro daquele escritório: um grupo de republicanos infiltrados. A história mostrará Enrique fazendo trabalhos clandestinos, de costas ao seu mundo, a quem sempre o protegeu, em prol da restituição de um ideal político cheio de justiça. A trama clandestina se alterna e convive com a história de amor de Enrique e Carmem, onde há beleza e também conflitos. Assim, sem complicações enigmáticas, o amor, o drama e o suspense se unem neste filme bem dirigido por um dos diretores de maior renome no cinema espanhol.

Uma história amarga, uma história doce, Mel de Laranjas, domingo 15 de junho, no Max.

O que você vê quando vê o Max?

Para reapresentações, clique aqui.

Etiquetas:

Geral

arquivos
 

nuvem