Crazy Horse, ou Wiseman e a dança dos corpos

por max 31. dezembro 2013 11:27

 

Com 82 anos e 36 documentários produzidos, Frederick Wiseman, um dos mestres do cinema verité, move-se incansavelmente em torno de uma de suas obsessões mais recentes, o movimento dos corpos. Basta lembrar de seu documentário de 2009, La Danse e o de 2010, Boxing Gym, para confirmar os caminhos que o cineasta tomou nos últimos tempos.

Nesta nova ocasião, Wiseman mergulha nos bastidores do famoso cabaré parisiense, fundado por Alain Bernardin, em 1951. Atrás do jogo sofisticado de luzes e dos espetáculos de cada noite, esconde-se uma rede de processos criativos, organizações completas, tensões, frustrações, alegrias e ensaios e mais ensaios.

O documentário foca, principalmente em Andreé Deissenberg, seu diretor atual, e em Philippe Decouflé, seu coreógrafo, que tomaram o controle do local no início do ano 2000. O erótico e o vulgar, o negócio e a arte estão no filme e nos pequenos detalhes deste documentário repleto de dança e de segredos.

Crazy Horse, nesta terça, 31 de dezembro.

O que você vê quando vê o Max

Para reapresentações, clique aqui.

arquivos
 

nuvem