Os Donos, uma comédia argentina de primeira que brilhou em Cannes

por max 15. maio 2014 04:15

 

Os Donos (Los Dueños, 2013) é uma corajosa, forte e muito bem pensada comédia argentina dirigida pelos estreantes Ezequiel Radusky e Agustín Toscano. Esta é a história da chegada e da descoberta cheia de tensões em um lugar distante de Tucumán, na Argentina. Ali, em uma casa de campo, os empregados vivem confortavelmente, como reis, com o melhor estilo de vida. É que os donos não estão e, enquanto eles não estão, os empregados, Sergio (Sergio Prina) e sua família, imitam o estilo de vida dos patrões. No entanto, o paraíso chegará ao fim quando os donos, sem avisar, chegam à casa de férias. Quem chega é Pía (interpretada por Rosario Blefari), a filha mais velha do dono, que de alguma forma está fugindo da cidade, dos problemas pessoais, carregando seus próprios mistérios.

O filme recria muito bem a distância entre as classes sociais, suas dinâmicas, suas tensões, suas mentiras, suas desculpas e desconfortos que fazem querer saber o que temos, o que queremos e o que, claro, invejamos dos outros.

Este pequeno mas muito poderoso e tenso trabalho de Radusky e Toscano, dois jovens diretores tucumanos que se conhecem desde os dez anos de idade, foi selecionado para a Semana da Crítica de Cannes em 2013, onde ganhou o Prêmio Especial do Júri.

Os Donos, estreia domingo, 18 de maio.

O que você vê quando vê o Max?

Para reapresentações, clique aqui.

arquivos
 

nuvem