Clive Owen estrela The Knick

por max 26. julho 2014 02:51

 

Clive Owen é um grande tipo. É um homem alto, elegante, com algo de selvagem e, ao mesmo tempo, inocente que agrada muita gente.

Ele conquistou grande sucesso mundial com Closer – Perto Demais (Closer, 2004) de Mike Nichols, mas já era conhecido na Inglaterra (ele é inglês), tanto no teatro como na televisão. Closer é uma peça de teatro escrita por Patrick Marber, que fez sucesso em Londres em 1997, na qual Owen interpretava Dan, um jornalista fracassado que vivia de escrever epitáfios. Uma curiosidade: no filme, Owen fez o papel de outro personagem, Larry, um dermatologista arrasado pela paixão. A mudança não caiu mal: ele conquistou uma indicação de Melhor Ator Coadjuvante no Oscar e prêmios na mesma categoria no BAFTA e no Globo de Ouro. Owen, no entanto, já havia trabalhado com diretores de primeira, como Robert Altman em Assassinato em Gosford Park (Gosford Park, 2001), e até tinha vivido o papel principal em Rei Arthur (King Arthur, 2004), de Antoine Fuqua. Num mesmo ano, Owen estrelou um filme dramático e também mostrava seu talento para a ação. No ano seguinte, exibiu seu lado mais bruto como ator em Sin City: A Cidade do Pecado (Sin City, 2005), de Frank Miller e Robert Rodríguez, uma versão da graphic novel de Miller. Em 2006, voltamos a vê-lo em Filhos da Esperança (Children of Men), história sobre um mundo apocalíptico, dirigido pelo mexicano Alfonso Cuarón. No filme, Owen misturou seus lados dramático épico e teve uma atuação de tanto destaque como em trabalhos anteriores. Em 2012, ele esteve em Hemingway & Gellhorn, produção original HBO, onde viveu o escritor Ernest Hemingway.

E agora, em 2014, podemos vê-lo novamente na série The Knick.

Aqui já falamos dela. Trata-se de uma série de dez episódios, dirigida por Steven Sodebergh e estrelada por Clive Owen. Neste incrível drama sobre a medicina no início do século XX, Owen interpreta o médico cirurgião, gênio e viciado em cocaína líquida John W. Thackery. Thackery, personagem indomável e cheio de amor por sua profissão, é perfeito para Owen mostrar como pode interpretar tipos selvagens e atormentados, mas com profundo senso de dignidade e de dever. Neste caso, Thackery encabeça a equipe médica de cirurgia no hospital Knickerbocker em Nova York. Ao lado de Owen, estão atores americanos de teatro, cinema e televisão, como Andre Holland, Chris Sullivan e Michael Angarano (indicado pela Vanity Fair como uma das promessas mais importantes de Hollywood), e as inglesas Juliet Rylance e Cara Seymour (Adaptação, Gangues de Nova York, Hotel Rwanda), entre outros jovens e talentosos intérpretes. No elenco também está uma irlandesa: a filha de Bono, líder do U2, a bela Eve Hewson. Eles são médicos, enfermeiras e freiras que estão no hospital, conhecido como "Knick", para viver emoções, tensões, erros, acertos, dramas e paixões que giram em torno do Dr. Thackery, na luta para superar seus próprios preconceitos e os da sociedade da época, para chegar a uma medicina mais avançada.

The Knick, estreia sexta, 15 de agosto, no Max.

O que você vê quando vê o Max?

Para reapresentações, clique aqui.

 

Etiquetas: ,

Geral

arquivos
 

nuvem