Barbra Streisand, ou o currículo de um ícone do cinema

por max 21. novembro 2011 09:53

 

Ela canta com uma voz fenomenal, e é a cantora que mais discos vendeu nos Estados Unidos.

Tem 51 discos de ouro, 30 de platina e 18 de multiplatina. Somente Elvis Presley tem mais álbuns de ouro do que ela.

É verdade que ela tem um nariz grande, ou seria anguloso?

Tem os olhos azuis? Mas tem algo no olhar que parece que se perde na distância.

Mas ela já provou que não é preciso ser a mais bonita de todas as mulheres para triunfar. Apesar de que alguns a considerem bonita, até mesmo linda. Gosto é gosto...

É judia.

É diretora de cinema.

É compositora. Foi, certamente, a primeira mulher compositora a ganhar um Oscar pela canção "Evergreen", tema de amor de seu filme de 1976, Nasce uma Estrela (A Star is Born).

É produtora.

É uma diva.

Oscar, Globo de Ouro, Grammy, Emmy, Tony... ganhou todos estes prêmios, e várias vezes.

Um dos Oscars foi o de Melhor Atriz pelo filme Funny Girl - Uma Garota Genial (Funny Girl) em 1968.

Com o filme Yentl (Yentl, 1983) transformou-se na primeira mulher a dirigir, produzir, escrever e estrelar. O filme recebeu várias indicações ao Oscar e obteve os Globos de Ouro de Melhor Direção e Melhor Filme.

Também recebeu a Medalha Nacional das Artes.

Prêmio da Legião Estrangeira (prêmio francês, é claro).

Prêmio pelo conjunto da obra concedido pelo American Film Institute.

Primeira mulher diretora a receber o prêmio Kennedy Center.

Há alguma dúvida de que seja um Ícone do Cinema na indústria do entretenimento?

Barbra Streisand, veja na segunda-feira, 21 de novembro, em Funny Girl - Uma Garota Genial, no Max.

Etiquetas:

Geral

arquivos
 

nuvem