Quando Vi Você, um comovente drama entre Jordânia e Palestina

por max 4. setembro 2014 09:15

 

De acordo com o que leio, Annemarie Jacir é a primeira diretora de cinema da Palestina e também a primeira a ficar conhecida fora de suas fronteiras. Ela fez isso em 2008, quando seu primeiro filme, Salt Of The Sea, se transformou em um grande sucesso dentro dos circuitos especializados. Residente na Jordânia, a diretora nos conta em Quando Vi Você (When I Saw You, 2012), sua segunda produção, uma história que se passa nesse território durante o ano de 1967, mas que tem muito a ver com a Palestina, pois seus dois personagens principais são refugiados que vivem ali. Eles são Tarek (Mahmoud Asfa), um menino de onze anos, e sua mãe Ghaydaa (Ruba Blal), que fogem do conflito e acabam no campo de Harir, na Jordânia.

Apesar das limitações, Tarek e sua mãe se sentem mais ou menos seguros. Mas, mesmo assim, Tarek, inquieto, de espírito livre, muito inteligente (embora não seja muito adepto à escola), começa a se distanciar cada vez mais da região, adentrando-se nos bosques em busca de seu pai perdido. Dentro dessas áreas complicadas, Tarek descobrirá um grupo de guerrilheiros que o pegará como mascote e começará a treiná-lo, para que o menino comece a ver uma nova vida como guerreiro. Mas sua mãe vai encontrá-lo, e não tenha dúvidas que isso vai acontecer, assim que o grande guerreiro estiver com grandes dificuldades.

Uma história comovente e ao mesmo tempo dura sobre crescimento, deixar para trás a fantasia de criança e enfrentar a dureza do mundo adulto. Com uma óbvia conotação política, esta pequena joia do cinema se distancia da propaganda e mergulha com beleza no conflito humano de seus protagonistas.

Quando Vi Você, estreia sábado, 6 de setembro, no Max.

O que você vê quando vê o Max?

Para reapresentações, clique aqui.

 

Etiquetas:

Geral

arquivos
 

nuvem