A Vida em Motéis, um drama com emoção de thriller policial

por max 5. setembro 2014 09:31

 

 

Stephen Dorff, Emile Hirsch, Kris Kristofferson e Dakota Fanning são os protagonistas de A Vida em Motéis (The Motel Life, 2012), um drama independente com emoção de thriller dirigido pelos irmãos Alan e Gabe Polsky. Inspirado no romance best-seller com o mesmo nome escrito por Willy Vlautin e publicado em 2006, este filme, entre o thriller de estrada e o drama fraternal, nos apresenta, precisamente, a história sem esperanças de dois irmãos.

Frank (Hirsch) e Jerry (Dorff) são dois jovens de Reno que não têm uma vida fácil. Vivem de hotel em hotel, realizando trabalhos marginais, bebendo em excesso e arrastando um passado sem pai e sem mãe, que é mostrado ao longo do filme com frequentes flashbacks. Jerry não tem uma perna, sequela de uma tentativa de fuga do orfanato durante a adolescência. Frank, de alguma forma, sente-se culpado pelo acidente, assim ele deixa sob suas costas todo o trabalho pesado que seu irmão é incapaz de fazer.

Como se vê, eles não são dois doces, mas também vivem trancados em seu mundo maltratado, e apenas para sustentar um ao outro, para de vez em quando se salvarem no mundo, vão para a ficção. Frank conta histórias maravilhosas onde eles dois são os heróis que acabam com todos os vilões (piratas, nazistas). Jerry, que nas histórias de Frank tem as duas pernas, vai fazendo desenhos do que seu irmão conta. Estão tão mergulhados em seu mundo, que Jerry tem uma namorada imaginária, cujos desenhos vão colando nas paredes dos hotéis aonde chegam. Assim vão se movendo, até que, um dia, Jerry atropela um menino na estrada, e eles fogem. Vão para a casa da ex-namorada de Frank, Annie (Dakota Fanning), uma garota que foi forçada por sua mãe a se prostituir e que também desfruta das fantasias escapistas de Frank. Deste modo, vai se confirmando cada vez mais a imagem completa da alma dos personagens, com segredos, frustrações e sonhos envolvidos, até um final surpreendente.

Deve-se destacar a magnífica interpretação dos atores, sua afinidade para estabelecer uma relação de irmãos completa e profunda. Sem dúvida, a atuação é uma das maiores conquistas deste filme com muitas qualidades para descrever.

A Vida em Motéis, domingo, 7 de setembro, no Max.

O que você vê quando vê o Max?

Para reapresentações, clique aqui.

 

arquivos
 

nuvem