Um Alguém Apaixonado, a mais recente produção de Kiarostami, trabalha a tensão de um triângulo amoroso

por max 13. março 2014 09:54

 

Este mês no Max, teremos Um Alguém Apaixonado (Like Someone in Love, 2012), o mais novo longa-metragem do iraniano Abbas Kiarostami, um dos mais importantes diretores do cinema contemporâneo. Kiarostami, que tem uma carreira iniciada nos anos setenta e que conta com mais de quarenta trabalhos, entre curtas e longas, tem ganhado prêmios tão importantes como a Palma de Ouro em Cannes por Gosto de Cerejas (Ta'm e guilass) em 1997, ou os quatro prêmios que ganhou por O Vento Nos Levará (Bad ma ra khahad bord) em 1999 (o Grande Prêmio Especial do Júri, o FIPRESCI, o OCIC e o CinemAvvenire), além de uma boa quantidade de prêmios e indicações nestes e em outros festivais importantes do planeta.

Enquanto seu longa-metragem anterior, Cópia Fiel (Copie Conforme, 2010) – que pudemos ver há pouco tempo no Max -, saía de seu país de origem, Irã, e se instalava na Itália para contar uma história de pessoas feridas que começam a representar uma história de amor. Em Um Alguém Apaixonado – também selecionado em Cannes à Palma de Ouro em 2012 – o cineasta nos leva ao Japão para contar o que parece ser um triângulo amoroso. Digo "parece" porque neste filme as relações se confundem e passam a ser outra coisa na mentira. Você, como espectador saberá o que é verdade e o que não é: Akiko (Rin Takanashi) é uma jovem estudante de sociologia que trabalha pelas noites como prostituta. Noriaki (Ryõ Kase) é seu namorado, e ele suspeita de algo, mas como essas suspeitas se unem ao seu ciúme desmedido, têm pouco efeito. Mas as coisas se complicam quando Akiko é designada a um cliente, o senhor Takahashi (Tadashi Okuno), seu ex-professor, um homem mais velho e muito honrado. Mas o problema não é o senhor Takahashi, o problema é que no dia seguinte o professor e o namorado se encontrarão e o namorado confundirá o honrado professor com o pai de Akiko, o que fará com que a mentira se mantenha e que, claro, a trama se desenvolva enquanto essa mentira está ali, sobre uma corda bamba.

Um filme dramático que segura pela tensão da descoberta de uma mentira, outra obra-prima de um dos realizadores mais importantes do melhor do cinema atual.

Um Alguém Apaixonado, estreia exclusiva domingo, este mês no Max. 

O que você vê quando vê o Max?

Para reapresentações, clique aqui.

Etiquetas:

Geral

arquivos
 

nuvem